Como economizar para fazer um sabático?

É fácil, crie vergonha na cara e comece a viver um estilo de vida mais próximo do que o seu sabático vai te dar!

Seja para viajar, pra comprar uma casa, um carro, pensar na aposentadoria ou qualquer outra coisa, a gente acredita que devemos viver de metas financeiras. Viver no limite pra curtir a vida adoidado pode ser legal nos seus 20 e poucos anos, mas não se esqueça que a expectativa de vida dos brasileiros está na casa dos 80 e você não vai conseguir se virar nos 30 pra sempre.

Para definir a meta, você tem que definir o que quer fazer no seu sabático e quanto pretende gastar. Nós fizemos esse outro post que pode te ajudar. Uma vez definido quanto você precisa, faça a conta de traz pra frente.

Exemplo: você quer juntar R$60 mil e ganha R$5 mil/mês (líquido pra facilitar a conta hehe)

+60.000,00 (meta)

⁃ 5.000,00 – 13o

⁃ 3.333,33 – 10 dias de férias vendidos

⁃ 2.166,66 – o restante das suas férias que você receberia no acerto

⁃ 2.500 – meio salário de PPR (sendo conservador considerando a economia brasileira, mas pode ser que seu caso seja muito mais

__________________________________________

+47.000,00 – valor a ser economizado com base em economia mês a mês.

O seu caso pode ser bem melhor pois você pode ter um carro, móveis, etc pra vender, mas vamos supor que você não tem nada.

Bem, agora você tem que planejar daqui quanto tempo você quer viajar. Se é daqui um ano, vai ter que se virar pra economizar R$47.000,00/12 meses = R$3917/mês. Nesse caso, querer pode não ser poder, já que com um salário de R$5.000,00 fica muito difícil economizar isso tudo.

Aí vem a próxima decisão: ou você posterga o plano ou muda o escopo para ser mais barato.

Uma vez definido quanto você tem que economizar, isso tem que virar um mantra!!!! É igual dieta e academia. Não adianta escapulir aqui e ali e achar que vai ficar sarado pro carnaval. Requer disciplina!

Bem, no nosso caso a gente já vinha juntando dinheiro há um tempo mesmo antes de bater o martelo sobre a viagem. Depois que resolvemos que iríamos, foi só terminar de chegar no orçamento, o que foi bem mais fácil.

Claro que os valores grandes (férias, 13o, etc) foram a paulada principal, mas acredite ou não, muito do dinheiro veio de parar de gastar com coisas que parecem inofensivas. É impressionante quanto dinheiro vai pro ralo quando estamos estressados (como recompensa) ou quando queremos seguir o padrão de vida dos “descolados”, nas festas mais caras, roupas da moda, etc.

O primeiro passo para construir o seu orçamento e depois não torrá-lo antes da hora é cortar tudo isso e literalmente se “reeducar” nos gastos. Nós não achamos que ninguém precisa ser radical e cortar TUDO, se tornar anti-social e fazer o período pre sabático ser um saco. Mas dá pra cortar muita coisa.

Ponha a mão na consciência e pense:

  • Para as mulheres, quantos reais você deixa no salão de beleza por semana? R$25/ mão toda semana, que seja? Pois bem, melhor já cortar e ir se acostumando a fazer sua própria unha pois no exterior ou não tem ou é super caro. Mesma coisa praquela balaiagem, progressiva, etc. Pra que torrar dinheiro com algo que você vai ter que abrir mão em pouco tempo?
  • Quantos reais você gasta e nem percebe tomando aquele expresso todo dia depois do almoço?
  • Jantar fora ou pedir delivery: maior torneira de dinheiro do mundo (delivery é ainda pior porque a comida nem é incrível kkk)!!! E vou te falar uma coisa: você acha que todo dia que você sai pra jantar é mais feliz do que chamar a galera em casa? Fazer compra em supermercados mais caros, tipo Pão de Açúcar também é um problema… Não é nem exclusivamente pelo preço, mas esses supermercados tem muita opção de coisa gostosa e gourmet e fica mais difícil se controlar e não comprar aquele queijinho, com aquele vinho, aquele pão top, etc.
  • Festas caras, balada, bar de drink… de novo, foque em fazer mais eventos sociais em casa, churrasco dos amigos, etc. Não é indo no carnaval de Salvador e baladas em geral todo ano que você vai chegar lá… Seja sincero com você mesmo: quantas vezes você foi praquele lugar caro sem fazer muita questão, só por ir? Não precisa ficar enclausurado em casa, apenas deixe pra ir apenas onde vale muito a pena (ex aniversários de amigos, etc). No nosso caso a gente sempre propunha pros amigos um encontro em casa e advinha, a maioria inclusive preferia (mesmo quem não estava juntando dinheiro).
  • Pare de comprar coisas supérfluas. Pra que comprar mais uma bolsa, mais um sapato? Eles não vão caber na sua mala quando você for viajar… Não da mesmo pra se virar por uns meses no trabalho usando as roupas que você já tem?
  • Se você tem um carro, considere achar um novo pai/mãe pra esse filho o mais rápido possível. Não no último minuto, mas antes pois seguro, Ipva, manutenção, etc são outra torneira de dinheiro e o dinheiro da venda você ainda pode investir;
  • Se você é descontrolado/consumista, pode parecer arcaico o que vamos propor, mas aposente seu cartão de crédito por uns tempos… Se tiver que se virar com o dinheiro da carteira vai dar mais trabalho torrar 500 reais numa roupa nova;
  • Não adianta torrar milhares de reais em mensalidade de academia, se depois você só vai conseguir fazer exercício por conta própria ou correndo na rua. Por que já não criar o hábito desde agora ou pelo menos trocar a Reebok, Cia Athletica, etc por uma academia mais simples?
  • Em relação a nutrição, não adianta você sair do Brasil com uma dieta cheia de coisas diferentes como óleo de coco, leite de amêndoas, etc. Sabe por que? Porque você não vai achar nada disso em muitos lugares no mundo. Por que não se ater a uma dieta mais barata e focada em ingredientes mais “comuns” desde já? Vir pra Ásia, por exemplo, com orçamento limitado e não comer arroz branco em nenhum momento é muito difícil hehehe

Agora algumas maneiras de fazer o dinheiro que você economizou render mais:

  • Verifique se a sua empresa não tem opções de investimento (por exemplo ações) que são descontadas diretamente do seu holerite sem nem pingar na sua conta. No nosso caso a nossa empresa dava um match de 10% do valor que comprávamos. Ou seja, pagávamos por 1 ação e recebíamos 1,1. Além disso podíamos vendê-las quando quiséssemos, sem carência.
  • Pegue o dinheiro que você já tem parado em conta corrente e invista em algo com liquidez (ex Tesouro Selic) ou com datas de vencimento escalonadas em outros ativos
  • Programe uma transferência automática da conta corrente para a poupança para deixar aquela gordurinha disponível que não da pra ficar somente com dinheiro preso em investimento né?

Por fim, sempre é possível fazer um bico pra complementar a renda. Seja dando aula de inglês, aula particular, atuando de figurante, participando de teste cego, dirigindo Uber/Cabify nas horas vagas (por que não?), etc.

Como falamos no início, na maioria das vezes vemos que o que nos falta (e a maioria das pessoas também) é só vergonha na cara! Querer juntar dinheiro mas não parar de ir no shopping é a mesma coisa que querer emagrecer e não parar de ir no McDonalds. Mesmo que intenção não seja comer/comprar, fica muito mais difícil resistir à tentação. Pare de ficar ao redor dessas coisas que são tentadoras e fazer um estilo de vida mais barato, mas deixe uma gordurinha pra você se dar um luxo quando se comportar bem Hehe Exemplo, se para atingir sua meta, você precisa juntar R$1000 por mês, se conseguir juntar R$1500, você pode usar esses R$500 de crédito pra fazer algo que tenha muita vontade mas que a princípio deveria ser excluído (ex uma viagem de fds com amigos). É igual reeducação alimentar… Não adianta ficar 1 mês tomando shake Herbalife e depois despirocar. É importante manter a linha sem sufocar e deixar um ou outro dia na semana livre, né? Você tem que aprender a fazer mais com menos e isso tem que ser duradouro pois adivinha de novo, quando você de fato começar a viajar, isso vai ser ESSENCIAL para conseguir ter como bancar seus planos até o fim. Quando você fechar a mala, você já tem que estar “educado” em como não perder a linha!

Agora, se você realmente não conseguir abrir mão dessas coisas, dê um passo atrás e reflita se um sabático é realmente uma prioridade na sua vida. Não tem problema nenhum não ser e você decidir que o que te faz mais feliz é se sentir com um corpão ou morar num lugar super legal ou comer nos restaurantes da moda. Não tem nada de errado nisso e o que nós mais MORREMOS de preguiça é desses viajantes que acham que o estilo de vida deles se encaixa em qualquer um e ficam pregando sem parar que só quem faz sabático é feliz. Não tem nada disso. Seja feliz com o que te faz feliz, seja lá o que isso for!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Create a website or blog at WordPress.com

Up ↑

%d bloggers like this: